loader image

DESTAQUES

Na Pista

Veja nossa série especial de 10 anos do kartódromo feita em outubro de 2021, em que Rita Hennies conversa com vários personagens que fazem parte da nossa história.

Kartódromo San Marino investe em produção de energia fotovoltaica

No atual momento, com a crise hídrica e a possibilidade de racionamento de energia, o Kartódromo Internacional San Marino, localizado em Paulínia (SP), dá sua contribuição à região de Campinas e ao planeta implementando 196 painéis fotovoltaicos, que possibilitaram a criação de uma miniusina de energia interna. Com os painéis em funcionamento, o complexo já é autossuficiente em energia, produz excedente e reduziu em 92,5% a fatura mensal.

“Uma economia fantástica, com a geração de 8.000 KWH de energia ao mês.  E o San Marino também implementou um sistema para aproveitamento da energia excedente produzida, que já está utilizando em seis contas de mesma titularidade”, ressalta Guilherme Henrique Marton, diretor da empresa que instalou os painéis fotovoltaicos no kartódromo.

E, para além da economia financeira, o Kartódromo San Marino ajuda a minimizar o impacto ambiental decorrente do uso de energia pelo sistema convencional, na região de Campinas, segundo Marton.

“Com a implantação do sistema, o San Marino está evitando mais de 68 mil emissões de carbono ao ano. Em 25 anos, serão evitadas mais de 1,7 milhão de emissões, o equivalente ao absorvido por mais de 9,7 mil árvores”, dimensiona o especialista.

A energia produzida atende a todos os setores do complexo: administração, restaurante, galpão que abriga a frota de karts de aluguel, vestiários, banheiros, boxes, pista e estacionamento.